Terceira estação de bombeamento do Eixo Norte do Projeto São Francisco é acionada

Salgueiro (PE).  O presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, estiveram nesta sexta-feira (3), neste Município do sertão pernambucano, para acionar a terceira e última estação de bombeamento (EBI-3) do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF). A partir do funcionamento de mais essa estrutura, as águas do ‘Velho Chico’ continuarão o trajeto por gravidade por canais e reservatórios até o Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

A EBI-3 vai bombear o Rio São Francisco a 90 metros de altura – o equivalente a um edifício de 30 andares. Essa era a última etapa de maior complexidade do primeiro trecho (1N) do Eixo Norte. Com o acionamento da EBI-3, a previsão é que a água já chegue ao túnel Milagres, em Penaforte, no Ceará, em setembro deste ano. De lá, seguirá para atender também a população da Paraíba e do Rio Grande do Norte. A expectativa é atender 7,1 milhões de habitantes em 223 cidades nesses estados.

Para chegar à terceira elevatória (EBI-3), em Salgueiro, as águas do São Francisco percorreram 80 quilômetros da etapa 1N, desde a captação do rio em Cabrobó. Nesta fase de pré-operação são verificados o funcionamento e eficiência de equipamentos hidromecânicos e das estruturas que conduzem as águas.

Ao todo, o trecho 1N possui 140 quilômetros, onde estão distribuídas as três estações de bombeamento (EBI-1, 2 e3). Em fevereiro deste ano, o Governo Federal acionou EBI-2, situada em Terra Nova (PE), município que já conta com o ‘Velho Chico’ para o abastecimento de 9,2 mil moradores. Além disso, outros 3,2 mil agricultores de Cabrobó (PE) também são beneficiados.

Responsabilidades

Ao Governo Federal, por meio do Ministério da Integração, cabe entregar a água do São Francisco aos pontos de captação inicialmente previstos nos quatro estados beneficiários – Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Já os governos estaduais têm a prerrogativa de estudar e implementar intervenções necessárias para a chegada da água às torneiras das casas da população.

Eixo Norte

Organizado em três metas (1N, 2N e 3N) ao longo de 260 quilômetros de extensão, o Eixo Norte está com 96% das obras finalizadas. Hoje, a etapa 1N possui 1.800 trabalhadores atuando em frentes de serviço com turnos 24 horas. Já os trechos 2N e 3N registram mais de 98% de avanço físico. Além das três estações, o eixo completo possui 15 reservatórios, oito aquedutos e três túneis.

Eixo Leste

Mais de um milhão de pessoas em 33 cidades de Pernambuco e da Paraíba já recebem as águas do Rio São Francisco em suas residências, desde a inauguração do Eixo Leste, em março do ano passado. Naquela ocasião, o Projeto de Integração evitou o desabastecimento iminente da região metropolitana de Campina Grande, segundo maior cidade da Paraíba.

 Quando os dois eixos do empreendimento estiverem totalmente finalizados, as águas do Velho Chico poderão garantir a segurança hídrica de 12 milhões de pessoas em 390 municípios de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

 

Fonte:Diáriocariri