Em Floriano, ministra Damares conhece tratamento contra Covid-19

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, desembarcou no Aeroporto de Teresina na manhã desta quinta-feira (14/05) acompanhada de técnicos dos ministérios da Saúde e de Ciência e Tecnologia (MCTIC), ela vai realizar uma visita ao Hospital Regional Tibério Nunes, localizado em Floriano, Sul do Piauí.

O objetivo da viagem é conhecer o protocolo de atendimento aplicado pelo médico Justino Moreira no tratamento à COVID-19 e que, segundo ele, têm alcançado maior êxito na recuperação dos infectados.

O tratamento, explica, contou com a orientação da médica Marina Bucar Barjud, que trabalha na linha de frente no combate à doença no Hospital HM Puerta del Sur, em Madrid, na Espanha. Entre as medidas adotadas, a administração de hidroxicloroquina, azitromicina e corticoides.

A ministra e as equipes dos ministérios devem realizar uma videoconferência com a autora do protocolo ainda durante a visita, com transmissão ao vivo pelos canais @damaresalvesoficial1 e @min_direitoshumanos, no Instagram.

“Não há maior proteção aos direitos humanos do que a proteção à vida. Se há algum tratamento eficaz sendo aplicado, queremos conhecer e saber como ele funciona, para que seja replicado. Quero levar para o ministro Nelson Teich, para que ele analise o mais brevemente possível”, afirmou Damares Alves.

Acompanham a ministra pelo Ministério da Saúde o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovações e Insumos Estratégicos em Saúde, Antonio Carlos Campos de Carvalho, e a diretora do Departamento de Ciência e Tecnologia da Pasta, Camile Sachetti. Pelo MCTIC estará presente Sávio Raeder, diretor do Departamento de Políticas e Programas de Ciências.

Ministra é recebida por prefeito

Em Floriano, a ministra Damares foi recebida pelo prefeito Joel Rodrigues e junto com a comitiva, participaram de uma reunião para apresentação do tratamento.

PRF realiza a escolta da ministra

A ministra, Damares Regina Alves, participa de compromissos oficiais no Piauí e é escoltada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O acompanhamento da comitiva ministerial acontece durante toda a manhã e início da tarde.

Equipes formadas por policiais especializados, acompanham a ministra durante toda a sua agenda ministerial e garantem a segurança da passagem da comitiva nos deslocamentos, além de dar fluidez ao trânsito nas ações de interrupção de tráfego.

A escolta deverá ser encerrada ao meio dia, quando a ministra retornará para Brasília (DF).

Fonte:Cartapiaui